Mulher suíça conta com o apoio do grupo “Mães da Sé” no Brasil para reencontrar filha raptada